Publicidade

Mulheres Dominando o Mundo dos Games: Conheça a Gamer Brasileira Letiltz

Mulheres Dominando o Mundo dos Games: Conheça a Gamer Brasileira Letiltz

Publicidade

Os videogames há muito deixaram de ser apenas uma forma de entretenimento para se tornarem um universo vasto e diversificado. Desde os primórdios dos arcades até os jogos online de hoje, a indústria de jogos eletrônicos evoluiu exponencialmente. Os jogadores agora exploram mundos virtuais, competem em torneios globais e constroem comunidades online. Nesse cenário, as streamers têm desempenhado um papel fundamental. A frase-chave para este artigo é “gamer brasileira Letiltz”.

As mulheres sempre estiveram presentes no mundo dos jogos, mas sua visibilidade e reconhecimento nem sempre foram proporcionais à sua participação. Felizmente, essa realidade está mudando. Hoje, temos mulheres que não apenas jogam, mas também criam conteúdo, competem profissionalmente e lideram comunidades. Elas desafiam estereótipos e mostram que o mundo dos games é para todos. A influência dessas streamers vai além do entretenimento; elas se tornaram figuras importantes no marketing de games, influenciando tanto a percepção quanto as vendas de jogos.

Uma dessas mulheres é Leticia Paz, conhecida como Letiltz. Ela é uma streamer multifacetada, tiktoker, apresentadora, influenciadora e criadora de conteúdo do universo gamer. Sua jornada começou em 2020, quando ela decidiu criar conteúdo para compartilhar sua paixão pelos videogames. O que começou como uma experiência casual rapidamente se transformou em uma carreira promissora.

“Muito cedo! Eu não tinha videogames em casa, mas a gente jogava com o de outras pessoas. Desde bem pequena eu já ia para casa de amigos e primos para jogar,” diz Letiltz sobre seu primeiro contato com os videogames. Mais tarde, sua irmã ganhou um Super Nintendo, o que a fez jogar ainda mais. “Depois vieram os PlayStations, tivemos todos até o 4. Depois migrei pro PC,” ela completa.

Letiltz conquistou uma grande comunidade com seu carisma e habilidade de comunicação. Suas lives do jogo ‘Fortnite’ na plataforma ‘Twitch’ atraem diariamente diversos seguidores, que se encantam com seu estilo autêntico e engraçado, cativando os espectadores e fazendo-a se tornar uma das streamers mais assistidas no cenário de Fortnite.

Além de Super Mario, Letiltz era viciada em Donkey Kong. “Acho que fechei todos! Mas eu gostava de todos os jogos, principalmente os de história”, comenta sobre os jogos que marcaram sua infância. O nome “Letiltz” surgiu de forma inusitada. Letiltz era conhecida por “tiltar”, ou seja, se estressar facilmente durante os jogos, expressando sua frustração. “Todos os meus amigos já jogavam no PC, foi quando migrei também. Começamos a jogar CS, depois de sair do Battlefield. Só que eu era muito estressada e tiltava muito! Eu começava a xingar, saía brava, deixava a galera lá, não queria nem saber,” explica. Seu apelido foi criado a partir dessa característica, e o acréscimo acidental do “Z” deu origem ao nome único que ela usa hoje. “Conversei com os meus amigos, e cada um começou a dar uma opinião. Foi quando um deles falou: ‘E que tal se fosse Letilt, por sempre estar tiltada, algo assim?’ Todo mundo começou a falar, e aí eu fui colocar no papel. Da primeira vez, escrevi com a letra S. Depois, sem querer, fiz com Z. Vi que ficou legal, e assim surgiu Letiltz,” detalha Letiltz.

Em 2023, Letiltz alcançou um marco impressionante, estando entre as 21 streamers de Fortnite mais assistidas no mundo. Sua indicação ao prêmio E-Sports Brasil como Streamer Revelação é um testemunho de seu impacto e popularidade. Além disso, sua presença na TwitchCon como representante brasileira ressalta sua importância na comunidade global de gaming.

Com 29 anos e uma formação diversificada em Engenharia Civil e Design de Moda, Letícia demonstra que a paixão pelos games pode ser uma força motriz para o sucesso. Suas lives diárias na Twitch são um ponto de encontro para entusiastas de games de todo o país, e sua trajetória serve de inspiração para muitos que desejam seguir um caminho semelhante no mundo dos games.

Durante a pandemia e o home office, Letiltz lembra de uma situação peculiar: “Tinha um jogo que alguns dos meus amigos queriam comprar, e outros, não. Eu comprei e falei que iria convencer eles a comprarem, e abri uma live pra eles. A transmissão foi engraçada e, por algum motivo, algumas pessoas seguiram meu canal naquele dia. Eu fiquei: ‘Por que tem gente seguindo isso? Eu não coloquei em nenhum lugar.'”

A ascensão de Letiltz é um reflexo da crescente influência feminina no universo dos games. À medida que mais mulheres como ela ganham reconhecimento e se estabelecem como líderes neste espaço, podemos esperar uma indústria de games ainda mais rica e diversificada. Ela não apenas joga, mas também cria um espaço inclusivo e divertido para todos que compartilham seu amor pelos videogames. E sua jornada está apenas começando.

CATEGORIAS
TAGS