Publicidade

Governo russo aumenta as cotas de exportação de fertilizantes

Governo russo aumenta as cotas de exportação de fertilizantes

Publicidade

O fertilizante mineral é derivado de produtos de origem mineral natural, originários do potássio e fosfato ou produzido pela indústria química. As plantas absorvem seus nutrientes de forma rápida. Além disso, existem os fertilizantes minerais “simples”, que fornecem somente um elemento de cada vez, ao passo que a maior parte dos fertilizantes minerais é sobretudo composta de forma a se adaptarás necessidades mais globais e conta com três componentes principais: nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K).

Por possuir uma concentração de nutrientes conhecida, o fertilizante mineral possibilita quantificar com maior exatidão a dose para atender às necessidades exclusivas das culturas agrícolas.

O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, assinou um decreto ampliando as atuais cotas de exportação de fertilizantes minerais. A cota de exportação de fertilizantes complexos da Rússia foi ampliada em 501 mil toneladas, chegando a quase 6,1 milhões de toneladas. Ela será válida até o final de maio deste ano.

Em novembro de 2021, o governo russo aprovou cotas para exportação de nitrogênio e fertilizantes complexos de 5,9 e 5,35 milhões de toneladas, respectivamente. Em abril deste ano, foram alteradas para 5,7 milhões de toneladas de fertilizantes nitrogenados e 5,6 milhões de toneladas de fertilizantes complexos.

A Associação Russa de Produtores de Fertilizantes (RFPA) informou que, em meados de abril, a necessidade dos agricultores domésticos por fertilizantes minerais foi atendida em 60% do volume planejado para 2022.

Fonte: Fertilizer Daily

Notícias do setor Agro você encontra aqui no portal da indústria brasileira Indústria S.A.
CATEGORIAS
TAGS